Pular para o conteúdo

Morte do prefeito de São José do Campestre é apontada pela Polícia Civil como “caso de prioridade”

  • Polícia

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte já iniciou as investigações do homicídio do prefeito de São José do Campestre, Joseilson Borges da Costa, mais conhecido como Neném Borges, de 44 anos. O caso é apontado como de prioridade.

O trabalho está sendo realizado por equipes da 6ª Delegacia Regional de Polícia (6DRP) e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). “O caso está sendo tratado pela instituição com a importância e prioridade que um fato de tamanha gravidade merece”, destacou em nota.

Neném Borges estava em casa com mais cinco pessoas quando um homem armado invadiu a residência e efetuou pelo menos três disparos. O prefeito não resistiu e morreu na hora.

A motivação do crime ainda é desconhecida. Não se sabe se o gestor estaria sendo ameaçado. Ele foi eleito em 2020 com mais de 60% dos votos.

Confira a nota da Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte vem esclarecer que, logo que tomou conhecimento do homicídio que vitimou o prefeito do município de São José do Campestre, Joseilson Borges da Costa, mais conhecido como Neném Borges, de 44 anos, passou a diligenciar o caso no intuito de esclarecer o fato.

Além do local do crime ter sido feito de imediato, equipes da 6° Delegacia Regional de Polícia (6°DRP) passaram a dar apoio investigativo à delegacia do município. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está acompanhando o trabalho investigativo que vem sendo realizado desde a madrugada de hoje. O caso está sendo tratado pela instituição com a importância e prioridade que um fato de tamanha gravidade merece.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *